INFORMES NUTRICIONAIS
Sobre a composição dos alimentos

Vitamina A: Mantém a saúde da pele, do globo ocular e das mucosas em geral, além da maçã encontrada também em diversas fontes como: brócolis, espinafre, abóbora, batata doce, tomate, melancia couve e outros.
Vitamina B1 (Tiamina): Regula o sistema nervoso, favorece o desenvolvimento físico, estimula o apetite, elimina as toxinas do organismo, combate diabetes, estimula a memória, auxilia no tratamento da anemia, pode ser encontrada também em todos os vegetais e em concentração maior ainda nos cereais.
Vitamina B2 (Riboflavina): Responsável pela alimentação das células cerebrais, fortalece tecidos da pele e dos olhos, protege contra anemias, encontrada também em folhas verdes, brotos e cereais.
Vitamina B3 (Niacina): Atua nas funções digestivas, nas células nervosas, nos tecidos da pele, reduz o colesterol, regulariza a pressão alta é encontrada também nas folhas verdes, brotos e grãos.
Vitamina C (Ácido ascórbico): Age sobre o sistema imunológico, impedindo gripes e resfriados, encontrada em maior abundância nas frutas cítricas, também no pimentão, morango, batata, tomate entre outros.
Potássio: Trata-se de um mineral contido em várias frutas e verduras especialmente na maçã, importantíssimo para o equilíbrio sódio potássio do organismo, como decorrência do uso exagerado do sal de cozinha. O potássio torna a pele mais macia e saudável, evita câimbras, hipertensão e derrames, encontrado também no salsão, espinafre, cenoura e salsinha.
Sódio: O sódio natural, orgânico é necessário para a vida, principalmente o equilíbrio com o potássio, como já mencionamos no item anterior, ajuda na digestão, regula o nível de dióxido de carbono, impede a retenção de líquidos e facilita que o coração trabalhe em ritmo normal, reduz a fadiga e as câimbras musculares. Observar que não estamos nos referindo ao sal de cozinha industrializado e sim ao sódio encontrado no sal marinho orgânico.
Magnésio: Importante componente para a ação muscular, fortalece os ossos, regulariza o funcionamento do coração e mantém ativo o sistema nervoso, é encontrado também no brócolis, beterraba e cenoura.
Fósforo: Atua em conjunto com o cálcio construindo e fortalecendo os ossos, dentes, cabelos, unhas, tônico para o cérebro, age eliminando a fadiga. Encontrado também na couve-flor, cenoura e salsinha.
Enxofre: Purifica as paredes do intestino é importante para o fígado e contribui para a saúde.
Cálcio: Importante no crescimento das crianças e mulheres após a menopausa pois evita a osteoporose, previne coágulos sanguíneos, regulariza o ritmo cardíaco. Encontrado também na hortelã, agrião, e no germe de trigo.
Silício: Proporciona uma pele lisa, macia e suave eliminando manchas e rugas, excelente para evitar descamação e quebra de unhas, impede que os cabelos prematuramente fiquem grisalhos, bom para os ligamentos e tendões, é encontrado também no pimentão e na cenoura.
Ferro: Eleva o nível de energia e estimula o sistema imunológico, sendo muito importante para as células do cérebro, encontra-se também no damasco, nas nozes, na cenoura, e no gengibre.

  Alimentação Natural

 

Alimento. Aquilo que a pessoa ingere e a maneira que o faz, reflete em grande parte seu estado íntimo, sendo o funcionamento somático um dos espelhos mais visíveis da consciência. Vale frisar aqui que aparência física não é sinônimo de saúde, visto que existem muitos indivíduos esteticamente considerados “rechonchudos” mas com um organismo saudável, e outros ditos “esbeltos” porém com um estado orgânico deplorável.

Cada corpo é individual e não se tem um cardápio fixo para todos. Existem algumas regras, com elas você observa seu corpo, sua intuição e faz seu próprio cardápio, procurando variar ao máximo.

SUGESTÃO: Em jejum: suco de frutas ou mesmo água, frutas, pão integral (torrado), se quiser pode usar patê, geléia, ricota etc. Variar com mandioca, inhame ou cará.

 


                                      Trofoterapia 

 

A Trofoterapia busca esclarecer aos interessados quais são os princípios da alimentação correta. Ela é um dos pilares da Naturopatia, porque, se fazemos um tratamento de desintoxicação e vitalização do organismo e não mudamos nossos hábitos alimentares, é uma simples questão de tempo para as queixas, dores e indisposições retornarem (auto-assédio puro).


                ALIMENTOS ESSENCIAIS PARA O CONSUMO

                                       (adulto 70kg)


VEGETAIS: FRUTAS: OVOS: PROTEÍNA: 2 porções diárias de feijão, leguminosa verde ou brotada  ou castanha ou soja ou peixe ou carne branca ou ... Pelo menos 2 porções diárias. No mínimo 2 qualidades diferentes por dia. 1 ou 2 ovos por semana.

7CEREAIS: Ou pão integral no almoço e jantar.


Observações:


Açúcar, só o mascavo ou, na falta deste, o cristal (o branco é desmineralizante e altera o nível de glicose). Ler Sugar Blues; Willian Dufty; Ed. Ground.

Ovos, somente caipiras (os de granja contêm antibióticos carcinogênicos).

Leite, unicamente em pó e, se possível, de cabra (o leite ordenhado mecanicamente não é aconselhável).

Queijo, apenas fresco ou de preferência a ricota (o queijo nada mais é que o leite concentrado).

Margarina, jamais (contém produtos altamente tóxicos).

Se comer frango, somente o caipira (o de granja contém antibióticos, anti-estressantes, entre outros).  

Cereais, devem ser integrais (o processo de refino tira os nutrientes essenciais).  

Sal, só marinho (o refinado tem excesso de potássio e iodo)


             A COMBINAÇÃO BIOQUÍMICA DOS ALIMENTOS


Incompatibilidade. Comumente, geramos substâncias irritantes ao organismo quando utilizamos vários tipos de alimentos na mesma refeição, devido à incompatibilidade bioquímica entre alguns deles. Isso, a médio e longo prazo, causa intoxicação do sangue, abrindo espaço para que as disfunções apareçam. O ideal, num prato de comida, é que este apresente apenas 1 tipo de amido, ocupando 20% do mesmo, várias verduras e uma leguminosa recém-cozida (ocupando 70%) e um pouco de proteína (ocupando 10%).

10% Proteína: soja ou peixe ou castanha ...  

20% Carbohidrato: arroz ou batata ou macarrão ...  

70% Vitaminas: beterraba-cenoura-couve-brócoli...

Desjejum. No desjejum, os mais radicais ingerem apenas fruta e de um único tipo. A única combinação saudável de frutas é a de banana, maçã, mamão e pêra. Para os moderados, pode-se agregar pão ou cereais com leite (granola).

Jantar. No jantar, repete-se o almoço, porém a quantidade de alimento deve ser menor.

Cardápio. Cada um pode elaborar um cardápio de acordo com o gosto, desde que regulado pelas regras aqui transmitidas, ou seja, prático e saudável.

Cereal. Devemos comer quando temos fome e não apenas de acordo com o relógio. Por isso, é válido sempre estarmos com alguma barra de cereais, para os “casos de emergência”.

 

CLASSIFICAÇÃO DOS ALIMENTOS:

Frutas ácidas: abacaxi, tangerina, framboesa, jabuticaba, laranja, limão, romã, nêspera, ameixa – preta, ameixa – amarela, cidra, lima, marmelo, etc .

Frutas semi-ácidas : caju, caqui, cereja, damasco, goiaba, maçã, maracujá, manga, pêra, pêssego, uva, morango, carambola.

Frutas doces: banana, figo, mamão, tâmara, cana, melancia.

Frutas oleaginosas: abacate, amêndoa, avelã, azeitona, coco, noz.

Frutas secas: ameixa, damasco, pêssego, figo, tâmara, uva, pêra.

Hortaliças: alho, cebola, beterraba, cenoura, chuchu, nabo, couve – rábano, rabanete, abobrinha, pepino, palmito, tomate, pimentão, abóbora, berinjela, quiabo, brócolis, couve -flor, jiló.

Leguminosas: Ervilha, fava, lentilha, feijão, soja, grão de bico, etc.

Verduras: agrião, aipo, acelga, alface, cebolinha, chicória, azedinha, espinafre , ervilha-verde, salsa, salsão, rúcula, vagem, couve, repolho, dente-de-leão.

Feculentos: Mandioca, batata doce, batata inglesa, taioba, cará, inhame, mandioquinha.


Evitações. Evitar não quer dizer nunca fazer. Radicalismo é ignorância. O mais sábio é ter como regra (dia-a-dia) os conselhos aqui sugeridos e, de vez em quando, cometer algumas exceções. Alguns nãos: 

NUNCA misture líquidos com alimentos sólidos. Os líquidos irão diluir o suco gástrico tão necessário para uma boa digestão. Então suco, água e chás deverão vir meia hora antes ou 2 horas após os sólidos.

Beba água em abundância, mas não esqueça: LONGE DAS REFEIÇÕES.

À noite procure alimentos mais leves para não sobrecarregar o aparelho digestivo que também precisa repousar.

Alimentos muito quentes ou muito gelados.

Banhos quentes como também banhos depois das refeições.

As sobremesas que são deliciosas causam fermentação.

Congelados – microondas – bombril – detergente.


Não misturar doces com salgados nem frutas com verduras (sobremesas!).

Não alimentar-se demais antes de dormir (2 hs de antecedência, no mínimo).

Não ingerir produtos industrializados (doces, bolachas, refrigerantes, café, chá preto, enlatados, conservas e apresuntados), pois contêm aditivos químicos perniciosos.

Não comer frituras.  

Não “lambiscar” entre as refeições.  

Não deitar-se após as refeições (procurar movimentar-se).

Não comer apressadamente (procurar mastigar bem os alimentos antes de engolir).


Carne. A questão do consumo de carne é polêmica por vários motivos (nutricionais, econômicos, de saúde pública – vaca louca !!! -, energéticos, éticos e estéticos, entre outros). O indivíduo deve analisar por si próprio qual o tipo e a quantidade de alimento que melhor supri as suas necessidades orgânicas, sem fanatismos. Para a maioria das pessoas aconselha-se substituir, gradualmente, a carne de boi, porco e frango por peixes (de água doce e salgada), frutos do mar, soja, castanhas, nozes, azeitonas, gergelim, côco, abacate, enfim, priorizar o consumo de fitoproteínas.

Tóxicos. O consumo exagerado de carne não é aconselhável devido aos tóxicos cancerígenos nela encontrados: dietilbestrol (hormônio de crescimento); sulfito de sódio (usado para melhorar o aspecto); nitrato de potássio (salitre; fixa o sulfito de sódio). A carne, mesmo sem os tóxicos citados anteriormente, produz cadaverina, putrescina, indol, escatol, uréia e ácido úrico ao putrefar no intestino. É comum, também, a aplicação de antibióticos no rebanho, trazendo consequências imprevisíveis para os consumidores. Além disso, há traços de DDT na carne, originário do pasto com o qual os animais se alimentam.

Constipação. Um dos problemas mais sérios do consumo de alimentos industrializados e do uso excessivo de carne, são as toxinas que vão se acumulando no organismo a partir do intestino, sendo a prisão de ventre uma das principais causas das disfunções orgânicas. Sabemos que tanto os norte-americanos quanto os gaúchos são grande consumidores de carne. Pois bem: numa pesquisa descobriu-se que o norte-americano tem, em média, 2,5 kg de carne pútrida nas cavidades do intestino e que o Rio Grande do Sul tem o maior índice de câncer do cólon no Brasil.

Orgânica. A Agricultura Orgânica, por ser livre de agrotóxicos, está crescendo exponencialmente em alguns países, principalmente na Europa. Isso demonstra que a sociedade, aos poucos, está vendo a importância de se seguir algumas leis básicas e simples da natureza. Nós, enquanto indivíduos, podemos contribuir na efetivação dessa realidade.

Suplementos. Existem vários suplementos alimentares no mercado, cada um para uma carência nutricional específica. É preciso tomar cuidado, porém, quanto aos riscos do uso exagerado ou indevido de alguns deles (modas vitamínicas). Se a pessoa consome alimentos variados e ricos em nutrientes, o consumo de suplementos torna-se secundário. Contudo, 2 chamam a atenção: clorela e ginkgo biloba.

Clorela. A clorela é uma alga unicelular de água doce que surgiu há 2 bilhões de anos. Foi descoberta no fim do século 19, sendo hoje consumida amplamente nos países do 1º Mundo, principalmente no Japão. Ela é conhecida como "pílula dos astronautas", por ser um ingrediente importante da sua dieta. A clorela é riquíssima em nutrientes, tais como: clorofila, oligoelementos, riboflavonóides, aminoácidos, vitaminas (inclusive a B12), entre outros. O ideal é a ingestão de 2 comprimidos diários, ad infinitum.

Ginkgo. Ginkgo biloba é uma planta originária do sul da China. Considerada sagrada pelos budistas, foi o único ser vivo que resistiu à bomba de Hiroshima. Atua na oxigenação celular, assim, é ótima para a circulação e a memória, além de combater os radicais livres. Tomar 1 comprimido por dia.

 

DICAS DE EMAGRECIMENTO E ALIMENTAÇÃO ADEQUADA
As sugestões a seguir para que funcionem verdadeiramente, deve existir por parte da pessoa um verdadeiro interesse por uma nova condição, mudando seu estilo de vida e seus padrões alimentares atuais, sem que haja perseverança seus efeitos serão apenas paliativos.

1) Se você acredita em Deus, ore pedindo sabedoria, força e persistência para mudar os hábitos alimentares, a Bíblia diz: “ Que tudo podemos naquele que nos fortalece “ (Filipenses 4,13).
2) Tome 2(dois) copos de água morna em jejum, e no mínimo mais 8 (oito) normal durante o dia entre às refeições, com um espaçamento de duas horas após as refeições e uma hora antes , tal procedimento fará com que você coma menos, contribuindo para a diminuição do tamanho do seu estômago, facilitando o seu esforço de emagrecimento.
3) Faça uma jarra de suco de berinjela para um dia inteiro, usando uma berinjela grande para um litro de água, bata no liquidificador e quando for tomar em cada copo, adicione o suco de meio limão tome de 4 a 5 vezes ao dia de forma que consuma no mínimo 2 limões por dia, se sobrar suco após o consumo diário jogue fora o restante e faça um novo para o dia seguinte.
4) Para neutralizar a ansiedade prepare chás e tome 3 vezes ao dia pode ser camomila ou maracujá ou os dois alternados.
5) Vinagre de maça 100% natural, tomar uma colher de sopa misturada em ½ copo de água antes das principais refeições, observe que por ser acido é contra indicado para quem tem problemas de gastrite e úlceras.
6) Emulsão de Scott tomar junto às refeições uma colher de sopa se não tiver problemas com o fígado.
7) Inicie ou intensifique a prática de atividades físicas regularmente, visando gerar um maior consumo de calorias que, ao longo do tempo se constituirá em perda de peso bastante satisfatória.
8)Mastigue bem,coma devagar esse procedimento aumenta o tempo de prazer que, o alimento proporciona bem como o seu aproveitamento pelo organismo.
9) Nunca encha o estômago, por ser uma bolsa que se dilata e encolhe de acordo com a quantidade ingerida, comendo-se menos ele passa a ter uma forma reduzida, contribuindo para o emagrecimento, pois a pessoa estará saciada com uma quantidade de alimento menor.
10) Inicie a refeição sempre pelas saladas, para conseguir um pouco de saciedade antes do prato quente, sua refeição deve ser lenta o máximo possível, porque em vinte minutos sua fome terá passado, independente da quantidade ingerida..
11) Use adoçantes com moderação dando preferência ao aspartame, a sacarina e a sucralose.
12) Reduza o consumo de carnes vermelhas, substituindo-as por aves e peixes com a retirada das peles.Dê sempre preferência aos cereais integrais no lugar dos refinados.
13) Evite o açúcar refinado, o sal excessivo, não deixe de ingerir os carboidratos e procure conhecer o valor calórico de cada alimento, para obter um padrão de alimentação balanceada ideal para uma vida saudável.
14) Não use travessas de comidas à mesa, prepare o prato com a quantidade suficiente de cada alimento e levante-se da mesa logo após terminar.
15) Lembre-se você tem como objetivo principal a mudança de hábitos alimentares e estilo de vida, e que a maneira antiga de se alimentar foi o fator determinante para você engordar.
16) Siga sempre um cardápio previamente definido dentro dos padrões calóricos ideais, alimente-se sempre em local tranqüilo e apropriado.
17) Não coma lendo ou assistindo televisão evite comer sem necessidade ou só porque outras pessoas estão comendo, abaixe sempre os talheres entre uma garfada e outra.
18) Mantenha diante do seu campo visual somente os alimentos mais saudáveis e indicados a sua alimentação, tendo o cuidado de guardar aqueles que engordam.
19) Evite as gorduras saturadas de origem animal como as carnes vermelhas, queijos amarelos, leite, ovos, manteiga, eles aumentam o nível de colesterol ruim (LDL) e tendem a se depositar na região abdominal.
De preferência ao óleo de oliva, óleo de girassol e canola pois aumentam o colesterol bom (HDL)
20) Controle a ingestão de alimentos calóricos principalmente, arroz, pão, aveia, açúcar, doces, sobremesas gordurosas, manteiga, refrigerantes, frituras e sucos adoçados.
21) Passe a selecionar os alimentos fazendo mais uso de frutas, legumes e cereais, que lhe proporcionaram melhor qualidade de vida.
22) Diferença básica entre produtos “diet e ligth” .Os produtos diet tem a finalidade de atender a pessoas com restrições nutricionais como os diabéticos e os alérgicos a lactose. Em sua fórmula não necessariamente se restringiu as calorias, enquanto que nos produtos light a preocupação dos fabricantes é com a diminuição das calorias, sendo esses os mais indicados para o emagrecimento.
23) Dica final o uso do alho juntamente com o azeite de oliva extra virgem misturado ao prato principal de cada refeição, tem proporcionado excelentes resultados para o organismo como um todo, lubrifica as artérias reduzindo as gorduras, o seu uso constante promove o emagrecimento. Receita para utilização: um dente de alho para cada 20 quilos de peso e uma ou duas colheres de sopa de azeite, triture o alho e misture com o azeite, deixando curtir por algumas horas, após use um parte no almoço e outra no jantar misturado ao prato principal.

 

Fonte do livro Manual de Naturopatia, Hipócrates, Kneipp, Lezaeta

e epígonos.

 

Terapia do Limão

Cursos Online na Área de Iniciação Profissional

Miriam Pipari

E-mail: infoholistico@gmail.com

Whatsapp: 71 8166-6996

Formada em Naturopatia, pela Universidade Internacional de Ensino Livre, Terapeuta Holístico, Pelo Instituto Escola em Terapia Holistica, e Holoterapeuta e Cromoterapeuta pelo Instituto Antonio Vieira.

Profissão Cromoterapeuta, Auriculoterpeuta, Técnicas em Medicina Orientais, Técnica de Psicoterapia, Mestre em Reike, e Personal-trainer de Pilates.

Espaço de Medicina Holística Alternativa, fica situado em Salvador

 

Registro CRTH 0451

Abrath Nacional